sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Tarde de Surfcasting


“Surfcasting”
Boas amigos!
Como o próprio título indica esta foi uma tarde de surfcasting, estive por ali umas horinhas à pesca e ainda deu para trazer uns pexecos para o jantar…
Tinha ali umas iscas para gastar e juntei mais uma dose que tirei da arca, aproveitei e fui passar a tarde aqui perto de casa. O mar estava fraco o que não me surpreendeu nada, pois isto é 8 na costa Sul e 80 na costa Norte, comecei a pescar e por incrível que pareça a ruama era pouca, para começar é bom sinal. 


Passado alguém tempo chegou um vizinho que se meteu ao meu lado e sempre com atenção a qualquer movimento que eu fazia, se eu puxava uma cana ele olhava, se eu lançava ele olhava, se eu iscava ele olhava, bom já estava passado com o raio velho “mas este gajo vem praqui ver o que eu ando a fazer ou vem à pesca” e passou a tarde naquilo e sem tirar um único peixe, pelo menos que eu visse.


O tempo foi passando e no meio daquilo tudo tirei oito peixes dos quais aproveitei cinco já bonzinhos para fazer uma refeição ca em casa…
Com o dia a chegar ao fim e a maré quase vazia dei por terminada esta investida.
Abraço e força aí pessoal.


Material utilizado
Canas:  Cinnetic Cyclone Black 4,25
    Cinnetic Sky Line 4,25
Carretos:  Cinnetic Cayman Black Evolution 7000
Linhas:  Skyline da Cinnetic 




sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

O velhaco

“Spinning”
Olá amigos!
Quando visualizei estas previsões pela primeira vez uns dias antes nem queria acreditar, pensei que estava a ter uma visão, pois havia quase dois meses que o mar não deixava lançar uma amostra em condições na Costa Norte, a partir daí cada vez que ia ver as actualizações do estado do mar para esse dia até tremia com receio que se alterassem para pior…


A minha fezada era ir a um laredo fazer o aceio da manhã e dirigi-me então pela calada da noite logo para o local onde iria pescar ao nascer do dia.


Antes de me deitar senti alguma fraqueza no estomago e como não gosto de dormir de barriga vazia, alias nem consigo, então aqueci uma feijoada de chouriço e acompanhei com um copo de vinho, que bem que me soube e agora já podia dormir tranquilo.


6:30 da manhã toca o despertador a dizer que está na hora da festa, mas que bem que eu estava dentro do saco cama… nada disso, toca a vestir o fato gelado que são horas de descer lá baixo e ver se anda por aí algum velhaco perdido…

O dia ainda não tinha começado e já estava ganho só pelo simples prazer de respirar aquele ar e de voltar a spinnar nos laredos da Costa Norte.
Por mais que tente não consigo descobrir o que me atrai para esta Costa, é sempre especial a cada vez que lá vou, com ou sem peixe…



Frio Zero!!!! Luz na cabeça e lá vou eu descendo a falésia nas calmas para ver bem onde punha os pés, quando dei por mim estava lá em baixo. Subo para cima de uma pedra e levo logo um banho para acordar “olha baptizado já tou agora falta a hóstia” faço meia dúzia de lançamentos em leque e nada, o mar tinha um pouco de força e troco para um chivo, faço o mesmo quando ao 3º lançamento levo uma boa porrada e cana dobrada “ aí está ele e tá bruto o velhaco” a embraiagem ainda cedeu um pouco mas não podia facilitar porque havia muitas pedras e qualquer descuido seria “fatal” cana ao alto e sempre em frente é que é caminho, o Cautiva está em forma e em três tempos o meteu cá fora… 


Não gosto de apertar com o peixe de forma tão “bruta” mas em pesqueiros de muita pedra tem de ser…
Fiz mais uns lançamentos durante algum tempo mas com a maré a vazar rapidamente as pontas de pedra começavam a espreitar e depois de ter sentido pedra por duas vezes terminei esta sessão uma vez que também não sentia qualquer toque de peixe e não havia necessidade de perder um chivo e rebentar com o multi de forma estupida quando já tinha a pesca feita…


Eram horas de dar à perna laredo a cima e beber um café quente com umas torradas à Lobo enquanto observava a beleza do mar….
Divirtam-se e não deixem lixo nos pesqueiros, se possível ainda tragam algum que tenha sido lá deixado pelos anormais…
Abraço e força aí pessoal…


Material utilizado
Cana:  3,60m
Carreto:  Cinnetic Cautiva 4500
Linhas: multi 0,18 com chicote 0,50 Skyline da Cinnetic
Artificiais: Chivo


sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Quem é vivo sempre aparece


“Spinning”
Boas amigos!
Finalmente o mar deu tréguas e deixou o pessoal lançar umas amostras na Costa Norte, então lá combinei uma investida com o Sílvio numa madrugada em que o mar estava de feição…

Chegamos ao local escolhido e tivemos de fazer tempo para o pesqueiro meter água, com os mares grandes que tiveram o spot desareou bastante e ficaram alguns bicos de pedra de fora coisa que não é normal por aquelas bandas, assim que pudemos começamos a bater a zona e aos poucos íamos trocando de amostras, foi na primeira hora de pesca que fui surpreendido com o tal ataque surpresa, hiiiiiiiiiii que saudades que eu tinha daquilo hehehhehehe

Ficamos animados pois havia possibilidade de sair mais qualquer coisa, mas ficou só mesmo na possibilidade, porque nem mais um peixe de jeito que saiu, já com o dia nascido ainda consegui enganar dois porta-chaves sem medida…

Material utilizado
Cana:  Cinnetic Crafty Sea Bass CRB4 3m
Carreto:  Cinnetic Cautiva 4500
Linhas: multi 0,18 com chicote 0,40 MIMETIC da Cinnetic
Artificiais: Jerkbaits


Num dia destes enquanto passeava no cimo duma falésia a observar o mar avistei uns pescadores que andavam carregados de material às costas e desalmados de um lado para o outro à procura de poiso, depois de observar com os binóculos conclui que eram eles o Cristóvão e o Manuel…


Sem se aperceberem tiveram debaixo de olho durante algumas horas, é caso para dizer “Se fosse um Lobo comia-os” hehehehehehhe
Saúde e força aí pessoal

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

MIMETIC -SKY LINE -Professional Tapered Leaders


Boas amigos!
Hoje falo-vos de algumas novidades de 2016, entre as quais se destacam o MIMETIC e os novos Chicotes (Professional Tapered Leaders) ambos da marca Cinnetic.


Começando pelo MIMETIC que é um fluorocarbono com umas características muito determinadas que tem um índice de refracção da luz muito idêntico ao da água, esta virtude faz com que a linha submergida seja praticamente invisível passando assim despercebida ao olho dos peixes mais desconfiados. Para além disso a sua alta densidade molecular faz com que seja especialmente resistente à abrasão e se afunde rapidamente.
Esta linha vem em bobines de 50 m muito atractivas e práticas bobinadas num sistema paralelo para facilitar a sua saída de uma forma uniforme e adequada, já a restante linha que sobra fica protegida por uma pelicula de plástico evitando assim danifica-la e o seu consequente desenrolamento.
Os diâmetros disponíveis vão do 0,13mm ao 0,90mm abrangendo assim todo e qualquer tipo de pesca dos pescadores mais exigentes.



Professional Tapered Leaders
Os novos chicotes (terminais) da Cinnetic são a resposta à exigência dos pescadores mais modernos de alta competição. Construídos com uma fórmula química muito avançada a sua cor (NRL) não reflete a luz e são especialmente resistentes à abrasão, mais fortes, mais capacidade de lançamento e baixa memoria. Cada bobine trás dez chicotes de 15m e há em duas cores, (NRL-transparente) e vermelho.
Existem nas medidas: 0,16-0,52
                                     0,18-0,55
                                     0,20-0,57



A SKY LINE é uma linha já conhecida por muitos de vós, de alta qualidade e grande resistência com a sua superfície protegida por uma suave pelicula de carbono que incrementa a sua resistência à abrasão e sua durabilidade, características fundamentais para enfrentar jornadas de pesca com as máximas garantias de êxito. Na cor (super clear) a pelicula de fluorocarbono faz dela menos percetível dentro de água.
É a linha que eu próprio tenho usado bastante nos últimos tempos e já com provas dadas.
A novidades nesta linha são as bobines de 1000 m que abrange os diâmetros entre 0,24/0,28/0,30/0,33/0,37/0,40/0,50 e 0,60*
*0,60 apenas 800m por bobine


Para quem estiver interessado fica aqui o catálogo da Cinnetic: http://issuu.com/silviopinto6/docs/catalogo_cinnetic/86?e=12624398/31536646 

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Uns Pexecos

“Surfcasting”
Boas amigos e seguidores!
Não tem sido fácil encontrar condições para pescar bem e apanhar uns peixes, há sempre alguma coisa que não bate certo, ou é o vento ou é o mar ou a chuva, volta e meia as previsões também se enganam e até tinha dado para ir, etc… É inverno, é tempo dele e temos que aceitar porque este tempo instável faz muita falta.


Mas um dia destes e depois de estudar as previsões combinei com o Mestre Sílvio e fizemos aí uma investida diurna. O vento era pouco e o mar estava a cair, o plano era ir de manhã não muito cedo e passar por lá o dia na esperança que fosse saindo uns pexecos para ir entretendo. E foi isso mesmo que aconteceu, entre bailas e sargos fizemos uma pesca porreira, o mar precisava de mais um “toque” para ser o ideal mas como não se pode ter tudo tivemos de nos adaptar às condições oferecidas pela mãe Natureza naquele dia.

Saúde e força aí pessoal.


O Mestre Sílvio sempre atento


Material utilizado
Canas:  Cinnetic Cyclone Black 4,25
    Cinnetic Sky Line 4,25
Carretos:  Cinnetic Cayman Black Evolution 7000
Cinnetic Cyclone Black 7000
Linhas:  Skyline da Cinnetic






Esta foi a minha pesca a rondar os 6kg


Esta foi a pesca do Sílvio com pouco mais de 6kg

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Resumo 2015

Olá amigos!
Desde já aproveito para desejar um Bom Ano de 2016 com saúde para todos vós.
Esperemos que este ano seja melhor no que diz respeito a capturas, já no ano passado todos nós dissemos isto e há dois anos também e há três anos igual, vamos lá ver quando é que esse ano melhor irá chegar… Pois parece que a cada ano que passa é pior que o outro.


Poucas têm sido as vezes que o mar oferece condições para o peixe encostar a terra e que deixe pescar bem, na Costa Norte há mais de um mês que não deixa pescar ao nível do mar, nos últimos dias então várias barras têm permanecido fechadas ao longo de toda a Costa devido ao mau tempo e à forte agitação marítima, felizmente também a chuva tem marcado presença um pouco por todo lado. Apesar de ficar dias e ás vezes até mesmo semanas sem fazer o que mais gosto fico feliz, pois sei que tudo isto faz falta para limpar as praias, laredos, substituir areias velhas e sujas por areias novas e limpas, mudar os fundos e formar novas coroas de areia e fundões.

Para todos aqueles que tanto querem um defeso aí o têm, um defeso natural que já dura há mais de um mês e sem fim à vista, é a Mãe Natureza a falar mais alto e a mostrar que quem manda é ela…

Resolvi fazer um apanhado de algumas fotos dos que foram para mim os melhores dias e momentos de pesca de 2015 entre capturas, aventuras e amigos da pesca.
Abraço e mais uma vez Bom Ano.

































segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Alternativa

Boas pessoal!
A coisa não vai de vento em poupa como se costuma dizer, o mar na Costa Norte teima em não oferecer condições para a prática de Surfcasting nem de spinning e por isso as investidas têm sido poucas, então um dia destes decidi ficar por perto e tentar a sorte no molhe a pescar à chumbica e spinning…


Apanhei o barco da carreira cheguei ao pesqueiro ao final do dia e houvesse peixe ou não teria de ficar lá até ao dia seguinte, pois durante a noite não há barco da carreira para terra. É um pesqueiro bastante desprotegido como quase todos os molhes e bastante frio à noite nesta altura do ano, por isso um bom agasalho não pode faltar…


Com as canas montadas e tudo mais ou menos preparado aproveitei para comer uma bucha e beber um café quentinho que levei no termo, em noites destas o café vai sempre comigo.




Comecei a pescar já de noite mas o peixe era pouco e havia muita “ruama “ presente desde choupas, sarguetas e pequenas garoupas, ia alternando a pesca entre umas tentativas à chumbica e uns lançamentos ao spinning.


No spinninhg houve ali uma altura em que entraram uns robalotes kileiros e ainda consegui sacar quatro, tive mais um que desferrou, já na técnica da chumbica entre algumas devoluções de peixe muito pequeno ainda consegui deixar quatro sargos para trazer para casa, dois deles na casa das 900g e outros dois a rondar as 400g……


Pouco mais há a dizer sobre esta pesca, não foi uma noite de luxo mas ainda trouxe uns pexecos para casa…


Estes dois marcharam logo ao jantar


Aproveito para deixar aqui uma foto que o Sr. António Costa me enviou já com o carreto que lhe foi sorteado há poucos dias atrás… Parabéns.
Desejo a todos os leitores, seguidores e amigos um Bom Ano de 2016.